Logotipo MiudosSegurosNa.Net

Minimizar Riscos, 
Maximizar Benefícios. 

Bandeira de AngolaBandeira do BrasilBandeira de Cabo VerdeBandeira da Guiné-Bissau
Bandeira de MoçambiqueBandeira de PortugalBandeira de São Tomé e PrincípeBandeira de Timor Leste
Subscreva a Newsletter
[MiudosSegurosNa.Net]
> Definir Homepage
> Adicionar a Favoritos
> Imprimir Esta Página
> Recomendar Página
> Ligue-se a Nós!
> Artigos Para o Seu Site
> Donativos

ARTIGOS DE OPINIÃO - 2011 - Junho
Dê Inicio à Conversa
Por Marian Merrit, Conselheira de Segurança na Internet do Norton

Foto de Marian Merritt, Conselheira de Segurança na Internet do NortonQual é a melhor forma de começar uma conversa com os seus filhos sobre um assunto complicado como a segurança online? A Mãe e o Pai conseguem a perceber? Neste artigo, a Conselheira de Segurança na Internet do Norton, Marian Merritt, apresenta maneiras fáceis de ajudá-lo/a a começar "A Conversa", e manter o diálogo contínuo com a sua família.

Porquê "A Conversa"?
Um desafio para os pais é que muitos de nós agimos como se estivéssemos em negação (ou escolhemos ignorar), do variado menu de perigos disponíveis na Internet - e o que os nossos filhos estão a fazer e experienciar online. Se é como a maioria dos pais, não é um especialista na internet ou tão habilidoso/a quanto os seus filhos. Tudo Bem. Na verdade, não é necessário ser um especialista para ajudar os seus filhos a desfrutar da internet de forma segura. O que precisa de fazer é conversar com os seus filhos sobre o que eles estão a fazer na internet, explicar as regras da sua família e depois repetir a conversa todos os anos.

Não lhe vou mentir, fazer os seus filhos contarem-lhe as suas experiências na internet, com honestidade, é difícil. Uma em cada cinco crianças em todo o mundo admite que estão a fazer coisas online que os seus pais não aprovariam. Ainda que metade dos pais afirmem falar regularmente com os seus filhos sobre segurança na internet, é frequente um esforço tentado uma única vez que inclui dois conselhos: "As pessoas online não são sempre quem dizem ser" e "Afasta-te de desconhecidos online." Não admira que as crianças temam que ao contar os seus erros online, os pais reajam tirando-lhes o computador, a ligação à internet, o acesso aos seus amigos e ao resto do mundo. Eles pensam que a Mãe e o Pai simplesmente não percebem nada no que diz respeito ao mundo online.

Não obstante, no Norton, temos aprendido através das nossas pesquisas mundiais com pais e crianças, que as crianças querem que os seus pais saibam mais acerca da internet. A esmagadora maioria destas crianças também estão dispostas a falarem com os seus pais sobre a web. Isto são boas notícias.

O Que Precisa para Começar
Agora que sabe que as suas crianças estão dispostas a falar consigo e percebe que quer saber mais sobre o que eles estão a fazer online, como vai começar? Como ligarem-se um ao outro de uma forma que permita ao seu filho ser honesto? Como é que você pode evitar julgar, exagerar, entrar em pânico sobre o que poderá ouvir? Como pode criar uma discussão em tom de conversa e sem confrontos que seja suficientemente produtiva e possa repetir todos os anos?

Gostaria de apresentar um conceito a que eu chamo "A Conversa". Gostaria que começasse a falar já com os seus filhos sobre as suas actividades online e repeti-lo, ano após ano. As actividades online dos seus filhos estão sempre a mudar. Eles visitam websites diferentes, experimentam novas actividades e criam contas em novas redes sociais. Ontem toda a gente falava através do email e hoje utilizam mensagens no Twitter e Facebook para conversarem uns com os outros. À medida que os seus filhos crescem, a necessidade de privacidade deles vai aumentar, ao mesmo tempo que os riscos a que eles se expõem online também podem aumentar. Correr riscos é uma parte do processo de maturação adolescente, mas como pai/mãe, é da sua responsabilidade definir limites de forma a que esse riscos não destruam a reputação ou futuro do seu filho. Saiba que estes limites são passíveis de serem pisados ou ultrapassados de vez em quando.

5 Questões a Colocar
De seguida listei as cinco perguntas básicas. Elas devem funcionar com crianças de todas as idades, apesar do conteúdo precisar de ser ajustado consoante a idade. Assegure-se que dá ao seu filho/a espaço (físico e de tempo) para lhe responder. Eu adoro ter estas conversas no carro (por algum motivo quando ambos estão a olhar em frente na estrada, é mais fácil abrir-se com os seus pais).

  1. O que estão os teus amigos a fazer online?
    Esta pergunta dirige a atenção para longe do seu filho/a em direcção às actividades online gerais do seu grupo. É uma boa maneira de começar e manter o assunto neutral e genérico. Quer que o seu filho ou filha dê respostas honestas, então deve tranquilizá-los que não os irá castigar pelas suas respostas. Vai começar a ouvir sobre certas actividades como gaming, chat, redes sociais em construção, até trabalhos de casa e actividades de pesquisa.

  2. Quais são os websites mais recentes e "fixes"?
    Peça ao seu filho/a para lhe dizer a razão desses sites serem bons. Também pode perguntar sobre os websites que já não são populares e porquê.

  3. Mostra-me os teus sites preferidos
    Sim, eu quero que tire 20 minutos da sua vida incrivelmente ocupada para olhar para pinguins a escorregarem num monte neve ou para o avatar do guerreiro de longas tranças a manejar uma espada. Pergunte como configurar definições de segurança ou privacidade (olhe para a parte superior e inferior do escrã nessas áreas do site). Talvez se sinta tentado a jogar e criar a sua própria conta. Assegure-se que o seu filho/a sabe se o fizer. Pergunte-lhes como utilizam o site e porque são os seus sites favoritos.

  4. Pergunte sobre ciberbullying
    O seu filho/a pode não conhecer "ciberbullying" pelo nome, mas sabe como se parece e sente. Fale sobre histórias que leu ou viu nas notícias relativas a email maldosos, fotos embaraçosas, informações pessoais que foram divulgadas ou enviadas para outras crianças. Pergunte sobre falsas publicações no MySpace. Descubra se eles alguma vez ouviram falar de casos idênticos. Assegure-se que eles sabem que o ciberbullying é incrivelmente comum e que se ainda não o viram, é uma questão de tempo até isso acontecer. Assegure-se que o seu filho/a sabe como reagir quando isso acontecer (não responder, guardar, bloquear, reportar à Mãe/Pai ou outro adulto).

  5. No tempo que passas online, alguma vez viste algo estranho ou que te fizesse sentir desconfortável?
    Esta é uma oportunidade para falar de ciberbullying, descobertas acidentais em pesquisa, como pornografia ou sites racistas, ou ainda algo estranho envolvendo um amigo. A ideia é assegurar que as crianças sabem que podem vir ter consigo e que não serão castigadas quando algo mau acontece online. Experienciar algo mau é praticamente inevitável quando o seu filho/a é activo na internet. Assegure-se que ele/ela sabe que pode vir ter consigo e que você não vai exagerar.

Faça Download das Dicas de Conversa
Foto do questionário 'A Conversa' com ligação para documento em PDF para downloadPreparei um questionário exclusivo para si de forma a ajudá-lo/a a começar "A Conversa". Utilize este questionário para guiar a sua conversa com os seus filhos e para tirar notas se quiser, enquanto lhes ensina as formas de se manterem seguros, resguardados e felizes online.

Questões extra para famílias com crianças mais velhas:

  • Conheces mesmo toda a gente na tua lista de amigos?


  • Costumas receber mensagens de estranhos? Como lidas com isso?


  • Conheces alguém que tenha ido ter com uma pessoa na vida real, com a qual só tenha conversado online?


  • As pessoas no teu grupo alguma vez são maus uns com os outros online ou por telefone? O que dizem eles? Alguma vez foram maus contigo? Contavas-me se o fossem?

  • Às vezes as crianças tiram fotos sensuais ou de nudez de si mesmos e enviam-nas para outras. Alguma vez isso aconteceu na tua escola?

E é isto. É esta A Conversa. Não é difícil, não é técnico, é totalmente realizável e espero que faça uma tentativa. Se é professor, experimente-a numa conversa com a turma. Caso queira partilhar algum feedback comigo sobre como funcionaram estes conselhos para si, fale comigo através do email: marian@norton.com



Artigos Anteriores:
> 7 Redes Sociais Para Crianças
> Redes Sociais Para Famílias
> A Internet e o Desaparecimento de Adolescentes
> 7 Aspectos a Considerar na Sua Vida Online
> 7 Anos de Projecto MiudosSegurosNa.Net

Parceiros:
Logotipo do EasyBits Group
| Início | Recursos | Sobre | Mapa do Site |
                                                 © 2003-2011, Tito de Morais. Todos os Direitos Reservados.