Logotipo MiudosSegurosNa.Net

Minimizar Riscos, 
Maximizar Benefícios. 

Bandeira de AngolaBandeira do BrasilBandeira de Cabo VerdeBandeira da Guiné-Bissau
Bandeira de MoçambiqueBandeira de PortugalBandeira de São Tomé e PrincípeBandeira de Timor Leste
Subscreva a Newsletter
[MiudosSegurosNa.Net]
> Definir Homepage
> Adicionar a Favoritos
> Imprimir Esta Página
> Recomendar Página
> Ligue-se a Nós!
> Artigos Para o Seu Site
> Donativos

ARTIGOS DE OPINIÃO - 2011 - Fevereiro
Redes Sociais Para Famílias
Por Tito de Morais

Há aspectos das nossas vidas pessoais e familiares que estamos à vontade para partilhar em ambientes restritos e privados sob o nosso controlo, mas não em ambientes públicos. Neste artigo dou-lhe a conhecer algumas redes sociais especificamente desenvolvidas a pensar nas necessidades das famílias.

Em 2008 escrevi o artigo "Blogs de Bébés e Segurança" onde referi várias plataformas especializadas neste domínio onde os pais podem partilhar informações sobre os seus bebés de uma forma mais segura do que numa plataforma de blogs generalista. Em 2007, também já tinha feito uma publicação no blog sobre "Redes Sociais Infantis", isto é, redes sociais para crianças com menos de 13 anos, a idade mínima que figura nos termos e condições de utilização de redes sociais como o Facebook, o hi5 e outras, e que oferecem ambientes mais restritos e controlados e especificamente desenvolvidos para crianças.

Grupo Para Família no Facebook
A fronteira entre o público e o privado, entre o pessoal e o profissional, por vezes, esbate-se na Internet e as fronteiras tendem a tornar-se imperceptíveis. Por esta razão, há cerca de 3 meses senti necessidade de criar um grupo no Facebook onde eu e a minha família pudéssemos partilhar conteúdos relevantes apenas para a família e não para o público em geral. O grupo tem 51 membros, apenas pessoas que são meus familiares. Os controlos que o Facebook oferece a esse nível são limitados, mas o grupo lá vai sendo utilizado com maior ou menor frequência e foi interessante observar como de alguma forma ajudou a aproximar membros da família distantes geograficamente e até para alguns se ficarem a conhecer.

A Pergunta de Uma Amiga
Há dias, uma amiga no Facebook, escrevia-me no Facebook:

"Olá Tito
Pode-me ajudar (de certeza que sim) a esclarecer uma dúvida?
Eu posso criar um grupo e apenas as pessoas convidadas para esse grupo acedem a ele, certo? Todos os comentários feitos nesse grupo não são visíveis fora dele, certo?
Agradeço já, pois tenho a certeza que me vai saber responder
Bom fim-de-semana
Um abraço"
Qualquer utilizador do Facebook pode criar um grupo, seja para a sua família, colegas de escola ou outro grupo qualquer com o qual queira partilhar conteúdos específicos que não seja relevantes ou que não se sinta à vontade para partilhar com uma audiência mais alargada. Pode fazê-lo a partir desta página: Grupos do Facebook. Mas voltando ao tema da família...

Limitações dos Grupos no Facebook
Mas como disse, as funcionalidades disponíveis nos grupos do Facebook são limitadas. Daí que, correspondendo à necessidade sentida por algumas famílias, a indústria criou uma resposta específica, tal como já tinha feito com os blogs para bebés e com as redes sociais infantis. Nasceu assim, um novo nicho de mercado: as redes sociais para famílias.

Redes Sociais Para Famílias
Fiz uma pesquisa e descobri algumas redes sociais especificamente desenvolvidas para serem usadas por famílias. Eis os resultados da curta pesquisa que efectuei:

  • Logotipo do Chattertree (8K)O Chattertree deixa-nos criar um site familiar privado para comunicarmos e oferece funcionalidades que encorajam e aumentam a interacção familiar. É uma excelente forma de interagir e manter-se próximo daqueles de quem gosta. Entre as funcionalidades disponibilizadas estão a sala da família, a partilha de fotos, de vídeos, vídeo chat, alertas, presentes, loja, calendários, e muitas outras funcionalidades. Tudo em segurança. Tudo gratuitamente.

  • Logotipo do eFamiliy (2K)O eFamily anuncia-se como a redes social para famílias, com árvores genealógicas interactivas, fotos, histórias e muito mais. Integrando com o Facebook, a plataforma permite-lhe criar o seu site familiar de forma instantânea, sem necessidade de fornecer o seu endereço de email. Permitindo-lhe partilhar informações com privacidade e segurança (por defeito), permitindo-lhe ainda partilhar fotografias, vídeos, blogs, eventos, calendários, lembretes, árvores genealógicas, perfis, etc. Tudo gratuitamente.

  • Logotipo do FamilyCrossings.com (11K)O FamilyCrossings.com permite criar websites familiares onde os membros podem coordenar calendários, tarefas, listas de compras, assim como fotografias, dicas e notícias, estejam onde estiverem. Tal como os serviços anteriores aproxima as famílias e ajuda-as a manter-se em contacto. No entanto, ao contrários dos anteriores que são gratuitos, o FamilyCrossings oferece uma versão gratuita e outra Premium, com funcionalidades adicionais, por uma mensalidade de $9,95.

  • Logotipo do Famster (2K)O Famster anuncia-se como o lar da sua família na Internet, oferecendo a possibilidade de criar um site personalizado para a sua família. Por $9,95 por mês, o Famster permite-lhe partilhar álbuns de fotografias, personalizar o visual do site em função de um parque temático, blogs, organizar aniversários, consultas e eventos em calendários, listas de afazeres e de compras, mapas e livros de endereços dos seus contactos, árvores genealógica, vídeos, scrapbooks, ficheiros, receitas, notícias, hiperligações. Para além destas funcionalidades, o Famster oferece ainda a possibilidade de criação de avatars para todos os membros da sua família ou grupo, oferece um Mensagens Instantâneas com aprovação prévia dos contactos com quem os seus filhos podem conversar e, se residir nos Estados Unidos, notificações por email relativas a abusadores sexuais na sua área de residência.

  • Logotipo do myfamily (3K)O myfamily.com diz que mantém a sua família unida por $9,95 por ano. Toda a família - você decide que pode juntar-se ao seu grupo familiar - pode manter-se em contacto partilhando fotos, vídeos e as suas histórias num blog, num único local e em privado. Integrando com o Facebook, o serviço oferece-lhe ainda um calendário para planear reuniões, familiares, aniversários e outros eventos familiares e um arquivo de ficheiros. O myfamily.com oferece ainda uma aplicação gratuita para iPhone, permitindo-lhe manter-se a par da sua família onde quer que esteja.

Estes são apenas algumas das soluções actualmente disponíveis no mercado. O FamilyLobby.com e o FamilyDetails são apenas outras plataformas destinadas a famílias. Estou certo que outras existem. A minha experiência pessoal com o Facebook, fez-me sentir mais próximo de familiares com quem contactava pouco, sobretudo pela distância geográfica. Para famílias com crianças pequenas e com preocupações com a partilha de conteúdos privados, este tipo de sites oferecem um espaço onde se pode criar uma rede familiar privada, com funcionalidades que não estão disponíveis nas redes sociais tradicionais.



Artigos Anteriores:
> A Internet e o Desaparecimento de Adolescentes
> 7 Aspectos a Considerar na Sua Vida Online
> 7 Anos de Projecto MiudosSegurosNa.Net
> "Por Favor, Ensinem-me a Pensar"
> Devo Dar Um Magalhães ao Meu Filho?

Parceiros:
Logotipo do EasyBits Group
| Início | Recursos | Sobre | Mapa do Site |
                                                 © 2003-2011, Tito de Morais. Todos os Direitos Reservados.