Logotipo MiudosSegurosNa.Net

Minimizar Riscos, 
Maximizar Benefícios. 

Bandeira de AngolaBandeira do BrasilBandeira de Cabo VerdeBandeira da Guiné-Bissau
Bandeira de MoçambiqueBandeira de PortugalBandeira de São Tomé e PrincípeBandeira de Timor Leste
Subscreva a Newsletter
[MiudosSegurosNa.Net]

> Definir Homepage
> Adicionar a Favoritos
> Imprimir Esta Página
> Recomendar Página
> Ligue-se a Nós!
> Artigos Para o Seu Site
> Donativos

ARTIGOS DE OPINIÃO - 2004 - OUTUBRO
Lotaria, Fiscalizações, Relâmpagos e Segurança
Por Tito de Morais

"Qual destes eventos tem mais probabilidades de lhe acontecer primeiro: ganhar a lotaria, ser alvo de uma fiscalização das finanças, ser atingido por um relâmpago ou ser vítima de uma quebra de segurança/privacidade no seu computador?" Anote as suas respostas e verifique as soluções neste artigo.

No âmbito da iniciativa Mês Nacional de Sensibilização Para a Ciber Segurança a que me referi a semana passada e no sentido de sublinhar a falta de consciência dos consumidores relativamente aos riscos a que estão exposto na Internet, a NCSA divulgou recentemente os resultados de um sondagem que levou a cabo para avaliar a percepção dos consumidores relativamente à sua ciber segurança. Os resultados desta sondagem, 493 entrevistas efectuadas em Setembro deste ano durante a Digital Edge Expo, em Washington, D.C., revelam as contradições das percepções da generalidade dos utilizadores de computadores relativamente à ciber segurança. A Digital Edge Expo fornece acções de formação, workshops e uma oportunidade para os consumidores de tecnologia avaliarem soluções tecnológicas mais recentes. Esta realidade, aliada ao facto dos visitantes serem fundamentalmente utilizadores domésticos, crianças e estudantes, faz com que a amostra inquirida represente uma audiência com um nível mais elevado de conhecimentos ao nível da ciber segurança do que o público em geral. Ou seja, provavelmente, a realidade será pior do que o quadro traçado pelo estudo.

Lotaria, Fiscalizações e Relâmpagos
De facto, apesar de mais de 70% dos inquiridos afirmar estar mais preocupado com a ciber segurança este ano do que no ano passado, a maioria não tem noção do nível de difusão das ameaças. No entanto, os inquiridos com idades compreendidas entre os 6 e os 18 de idade, constituem o único escalão etário que se divide nesta resposta, não denotando grandes diferenças de um ano para o outro. Por outro lado, mais de 30% dos inquiridos acredita haver mais probabilidades de serem atingidos por um relâmpago, serem alvo de uma fiscalização das finanças ou ganharem a lotaria do que serem vítimas de uma quebra de ciber segurança ou privacidade. Todavia, a realidade apresenta-nos um quadro bem diferente:

  • De acordo com a Mega Millions (a lotaria americana), a probabilidade de se ganhar a lotaria é de 1 em 135.145.920, ou seja, 0.000000739 por cento.
  • De acordo com a Intuit, o fabricante dos pacotes de software de finanças e contabilidade Turbo Tax e Quicken, a probabilidade de um contribuinte individual ser fiscalizado pelas finanças é de 0,58 por cento.
  • De acordo com o National Weather Service, nos Estados Unidos, a probabilidade de se ser atingido por um relâmpago é de 300 em 294.330.406, ou seja 0.0000102 por cento.
  • De acordo com o estudo 2004 E-Crime Watch, conduzido pela revista CSO, a probabilidade de ser vítima de uma falha de segurança informática é de 7 em 10, ou seja, 70 por cento.

Janet Jackson Rules!
Outras descobertas e tendências detectadas através da análise dos dados fornecidos pela sondagem incluem:

  • Enquanto que 90% dos utilizadores de computadores se recordaram do nome do artista que havia actuado no intervalo do Super Bowl (Janet Jackson e Justin Timberlake), menos de 60% lembravam-se da última vez que haviam actualizado o software anti-vírus do seu computador ou em que haviam instalado patches de segurança. Também aqui, os inquiridos com idade inferior a 25 anos denotam maior sensibilidade para a questão da importância da actualizações de segurança.
  • Os inquiridos com idade inferior a 25 anos são mais propensos a subestimar o risco de serem vítimas de uma falha de ciber segurança ou privacidade do que os inquiridos mais velhos. Mais de 40% dos inquiridos com idade inferior a 25 anos pensam ser mais provável serem atingidos por um relâmpago, serem fiscalizados pelas finanças ou ganharem a lotaria, do que serem vítimas de uma quebra de ciber segurança ou privacidade.
  • Apesar das mulheres se preocuparem mais com a ciber segurança e a privacidade do que os homens (mais 10%), por outro lado é menor (menos 10%) o número de mulheres que se recordam da última vez que haviam actualizado o software anti-vírus do seu computador ou em que haviam instalado patches de segurança.

"Que Mais Irá me Acontecer?!"
"Qual destes eventos tem mais probabilidades de lhe acontecer primeiro: ganhar a lotaria, ser alvo de uma fiscalização das finanças, ser atingido por um relâmpago ou ser vítima de uma quebra de segurança/privacidade no seu computador?". A esta pergunta, um dos inquiridos respondeu: "Eu diria ser atingido por um relâmpago, porque essas outras coisas não me vão acontecer!" A julgar por esta resposta, parece que esperamos sempre o pior, apesar do pior cenário não ser aquele com menores probabilidades de ocorrência. Ou seja, distraímo-nos com aquilo que dificilmente ocorrerá e descuramos a nossa preparação contra aquilo que tem maiores probabilidades de ocorrer.

Se faz parte dos 30% que acredita ser mais provável ganhar a lotaria, ser atingido por um relâmpago ou ser alvo de uma fiscalização das finanças do que ser vítima de uma quebra de segurança ou de privacidade do seu computador, lembre-se que hoje mais de 91% dos PCs se encontram infectados com spyware que envia informação do seu PC para terceiros através da Internet. Por fim, apresse-se a actualizar o software anti-vírus do seu computador ou a instalar eventuais patches de segurança em falta no seu computador.

Logotipo do jornal A Capital
in Info&Net, A Capital, Lisboa, 22 de Outubro de 2004



Artigos Anteriores:
> Apanha-me se Puderes!
> Portugal Ignora Riscos Online
> Pais Ainda Subestimam Riscos Online – Parte 5
> Pais Ainda Subestimam Riscos Online – Parte 4
> Pais Ainda Subestimam Riscos Online – Parte 3

Rotulado com ICRA - Internet Content Rationg Association
| Início | Recursos | Sobre | Mapa do Site |
                                                 © 2003-2007, Tito de Morais. Todos os Direitos Reservados.