Logotipo MiudosSegurosNa.Net

Bandeira de AngolaBandeira do BrasilBandeira de Cabo VerdeBandeira da Guiné-Bissau
Bandeira de MoçambiqueBandeira de PortugalBandeira de São Tomé e PrincípeBandeira de Timor Leste
Subscreva a Newsletter
[MiudosSegurosNa.Net]

> Definir Homepage
> Adicionar a Favoritos
> Imprimir Esta Página
> Recomendar Página
> Ligue-se a Nós!
> Artigos Para o Seu Site
> Donativos

ARTIGOS DE OPINIÃO - 2004 - AGOSTO
Oito Respostas de Segurança Muito Simples - Parte II
Por Tito de Morais

A semana passada, dei apenas duas sugestões sobre o que podemos recomendar às crianças e aos jovens quando estas são confrontadas na Internet com situações que os incomodem ou que os deixem desconfortáveis. Hoje, a terminar este artigo, forneço as restantes seis respostas de segurança muito simples.

A semana passada, comecei por referir um estudo da Comissão Europeia segundo o qual 55% dos pais portugueses afirmava que os seus filhos não sabiam o que fazer se confrontados na Internet com situações que os incomodem ou que os deixem desconfortáveis. Enquadrei o assunto referindo também o que pode incomodar ou deixar uma criança desconfortável na Internet. Por razões de espaço, forneci apenas duas respostas de segurança que pais e educadores podem recomendar aos seus filhos e educandos. Hoje, a terminar este artigo, forneço as restantes seis sugestões.

#3 - Usar o Botão Fechar
No caso de páginas que persistem em serem vistas, a solução é usarmos o botão "Fechar" (Close). Este é representado por um ícone com a letra X dentro de um pequeno quadrado, localizado no canto superior direito da janela de qualquer programa. No Windows XP, este quadrado é de cor vermelha. Nas versões anteriores do Windows, este quadrado é cinzento. Ao clicarmos neste ícone, a janela fecha-se. Esta atitude pode adoptar-se em qualquer programa com os mesmo resultados. No caso de páginas web, quando se fecha uma janela alguns sites forçam a abertura de outras janelas o que faz com que por vezes sejamos forçados a clicar várias vezes sucessivamente neste botão para conseguirmos fechar as janelas que se vão abrindo. Por vezes, mesmo assim não conseguimos evadirmos dessa página, o que exige outro tipo de medidas mais drásticas. O que me leva à sugestão seguinte.

#4 - Usar as Teclas Alt + F4
Clicar simultaneamente nas teclas "Alt" e "F4", produz o mesmo efeito referido na alínea anterior, isto é, fecha a janela que se encontra activa. Este expediente é útil dado que por vez há janelas que se abrem maximizadas, não mostrando o ícone referido no ponto anterior.

#5 - Usar o Botão Eliminar
No caso das mensagens de email, apenas temos necessidade de nos socorrer das soluções anteriores quando as mensagens são maximizadas. Usar as teclas Alt + F4, pode, neste caso, ser uma solução demasiado radical que poderá não resolver nada. Assim, quando as mensagens são pré-visualizadas num painel inferior sem serem maximizadas, podemos simplesmente eliminá-las clicando no botão "Eliminar" (Delete), geralmente representado na barra de ferramentas dos programas de correio electrónico por um ícone com uma cruz em forma de X, ou carregando na tecla "Del".

#6 - Usar os Itens da Barra de Menus
A generalidade dos programas para o Windows, dispõe de uma barra de menus e nesta, sob o menu "Ficheiro" (File), existem duas opções:

  • "Fechar" (Close)
  • ""Sair" (Exit)
Enquanto a primeira opção normalmente produz como resultado o fechar da janela que se encontra activa, a segunda fecha o programa respectivo e normalmente todas as janelas desse programa que se encontrem activas.

#7 - Ctrl + Alt + Del
Clicar simultaneamente nas teclas "Ctrl", "Alt" e "Del", faz surgir uma caixa de diálogo. Nessa caixa de diálogo clique no botão "Gestor de Tarefas" (Task Manager). Clique na orelha "Aplicações" (Applications). Seleccione o programa que deseja encerrar, clicando no nome respectivo. Clique no botão "Terminar Tarefa" (End Task).

#8 - Desligar o Computador
Se nenhuma das tarefas anteriores resultar, poderá ainda adoptar uma atitude mais radical e pouco recomendável em circunstâncias normais: clicar no botão que encerra o computador. Dado não ser recomendável fechar o computador com programas em funcionamento, esta é uma medida recomendável apenas como último recurso.

Muitas vezes não são as crianças que vão ter com conteúdos indesejáveis. Muitas vezes são estes que vêm ter com elas. É por isso importante ensinar-lhes como escapar desse tipo de situações. Dê estas indicações para que os seus filhos ou educandos as usem sempre que vejam algo na Internet que não seja suposto verem ou sempre que vejam ou que lhes digam algo que os deixem incomodados. Por fim, compreendo que alguns pais não considerem estas como verdadeiras soluções e que prefiram, pura e simplesmente vedar o acesso a determinado tipo de conteúdos. Por outro lado, importa não esquecer o ditado que diz que "o fruto proibido é o mais apetecido". É que se as crianças e os adolescentes querem aceder a esse tipo de conteúdos e não o podem fazer em casa, fazem-no a partir de outros locais onde têm acesso. Como diz o título do artigo, estas são soluções muito simples. De auto-defesa.

Logotipo do jornal A Capital
in Info&Net, A Capital, Lisboa, 20 de Agosto de 2004



Artigos Anteriores:
> Oito Respostas de Segurança Muito Simples - Parte I
> Quando Regressar de Férias, Previna-se.
> ''Deixem a Porta Aberta'' e Outros Alertas
> Ciber Factos ou Ciber Disparates?
> Os Super Heróis da Segurança na Internet

Rotulado com ICRA - Internet Content Rationg Association
| Início | Recursos | Sobre | Mapa do Site |
                                                 © 2003-2007, Tito de Morais. Todos os Direitos Reservados.