Logotipo MiudosSegurosNa.Net

Bandeira de AngolaBandeira do BrasilBandeira de Cabo VerdeBandeira da Guiné-Bissau
Bandeira de MoçambiqueBandeira de PortugalBandeira de São Tomé e PrincípeBandeira de Timor Leste
Subscreva a Newsletter
[MiudosSegurosNa.Net]

> Definir Homepage
> Adicionar a Favoritos
> Imprimir Esta Página
> Recomendar Página
> Ligue-se a Nós!
> Artigos Para o Seu Site
> Donativos

ARTIGOS DE OPINIÃO - 2003 - AGOSTO
"Para se Ter Telemóvel é Preciso Carta!?"
Por Tito de Morais

Nos dias de hoje, se as crianças têm montes de solicitações, que dizer dos pais?! No entanto, respondemos geralmente a essas solicitações um pouco sem pensar. Se o computador era o objecto do desejo há tempos atrás, hoje esse objecto é muitas vezes o telemóvel.

Nos dias de hoje, se as crianças têm montes de solicitações, que dizer dos pais? Sobre este aspecto, os pais são um pouco como as fadas: têm o condão de, com um simples gesto – o de abrir a carteira – satisfazer ou não um desejo. Se o computador e a Internet eram, e até certo ponto ainda são, o objecto do desejo de muitas crianças e jovens, hoje esse objecto é muitas vezes o telemóvel. Por ser mais acessível, a "fada" tem mais facilidade em abrir os cordões à bolsa!

Aviões, Automóveis, Motos & Telemóveis
Há dias, o meu filho de 6 anos vaio ter comigo e perguntou-me: "Ó Pai, quantos anos se precisa de ter para tirar a carta de avião?" Na dúvida respondi-lhe que provavelmente a mesma idade que para se tirar a carta de automóvel. "E para tirar a carta de carro?". Esta era mais fácil e lá respondi: "18 anos". Ele insistiu: "E de mota?". "Isso acho que é aos 14 ou aos 16 anos". Ele parou, fez as contas, e voltou a atacar: "E para se ter telemóvel?"

"Posso dar-me ao luxo de dar um telemóvel ao meu filho?"
Provavelmente sim, se bem que pessoalmente ache que uma crianças de 6 anos, a quem vão buscar e levar à escola - que fica a dois passos de casa – e cujos amigos vivem todos ao virar da esquina, não precisa de telemóvel para nada. Mas até aceito que um telemóvel possa de alguma forma contribuir para alargar o seu leque de amigos e para o manter em contacto com eles nos períodos de férias. Vejo até alguma utilidade em alguns pacotes disponibilizados pelos operadores e cujo público-alvo são as crianças. Mas sinceramente, no que me diz respeito, a "fada" não vai abrir os cordões à bolsa tão cedo.

O Problema Não é o Telemóvel
Excluindo a carta de avião acima referida que poucos pais devem ser solicitados a tal ponto, em 3 perguntas, o pirralho de 6 anos apontou 3 desejos com que a generalidade dos pais, mais tarde ou mais cedo, se confrontam e com o qual conseguem lidar melhor ou pior. No entanto, se ao satisfazermos os desejos do automóvel e o da mota, o fazemos acompanhando esse acto de uma série de recomendações, relativamente ao telemóvel, a maior parte das vezes, tal não acontece. E a verdade é que vemos miúdos cada vez mais novos com telemóvel, o que por si, não vejo que seja problema. O problema é esquecermo-nos de fazer as recomendações.

"Isso é lá fora!"
Há umas semanas atrás referi aqui a história de uma adolescente de 12 anos do Reino Unido que fugira de casa e do país com um fuzileiro norte-americano de 31 anos que havia conhecido através da Internet. Quando falamos de segurança informática, um dos problemas com que nos defrontamos é que as pessoas geralmente pensam que "isso só acontece aos outros". No caso particular da segurança de crianças e jovens na Internet, a tentação é pensar que isso "só acontece lá fora". É a força de Portugal, como um país de brandos costumes.

"Não Acontece Só Aos Outros"
Ao longo da semana passada, um jornal diário português cobriu extensivamente um caso em muito semelhante ao que refiro acima, passado em Portugal. Uma rapariga de 14 anos fugira de casa dos pais na Figueira da Foz para as Caldas da Rainha, para ir viver com o namorado de 27 anos, que tinha já dois filhos menores, fruto de uma anterior relação. A aventura durou 14 horas, mas estas devem ter sido uma eternidade para os pais da jovem.

Cupido Junta Par Por SMS
O "Faísca" e a "Ba" haviam-se conhecido através de um anúncio publicado numa revista para adolescentes a que responderam por brincadeira enviando uma mensagem SMS pelo telemóvel ao "Cupido" que prometia juntar o par ideal.

300 Euros de Telemóvel?!
Após o contacto virtual, o par conheceu-se presencialmente, e mantiveram o contacto durante os meses seguintes, seja por telemóvel, seja através da Internet, seja presencialmente. As contas de telemóvel chegaram a atingir os 300 Euros!

Monitorização e Controlo vs. Privacidade
Se os objectos de desejo são o automóvel, a moto e o telemóvel as coisas já podem ser complicadas, mas quando o coração entra em jogo, as coisas decididamente complicam-se. Sobretudo com adolescentes, que tendem a ver as preocupações dos pais como intrusões na esfera da sua privacidade. É por isso, que oferecer um telemóvel a uma criança sem fazer acompanhar a oferta de recomendações pode criar situações complicada. É que implementar regras à posteri pode ser complicado. Sobretudo no caso de adolescentes.

Pais Precisam de Apoio
À medida que cada vez mais crianças, cada vez mais novas, começam a ter telemóveis, casos como o que refiro acima e outros com desfechos por ventura bastante mais graves, tenderão a ser cada vez mais comuns. Estranho por isso que, contrariamente ao que já acontece noutros países, os diversos operadores e os organismos associativos e reguladores do sector pouco ou nada façam para promover utilização responsável e segura de telemóveis, sobretudo por crianças. Os pais precisam de ajuda e ninguém melhor que os operadores para prestarem o auxílio que os pais precisam para promoverem a educação dos seus filhos sobre a utilização segura do telemóvel.

Resumindo, não é preciso ter carta para se poder usar um computador, para utilizar a Internet, nem tão pouco para se ter telemóvel. Mas todos teremos a ganhar, se fizermos alguma coisa em termos educativos.

in Info&Net, A Capital, Lisboa, 15 de Agosto de 2003



Artigos Anteriores:
> As Crianças, os Jovens, os Pais e os Novos Média
> "Que a Força Esteja Contigo, Star Wars Kid!"
> "Não Acredites em Tudo o Que Lês!"
> Como Tirar Partido dos Benefícios do Chat & do IM, Sem se Expor Aos Riscos?
> "Spyware": o Preço da Sua Privacidade

Rotulado com ICRA - Internet Content Rationg Association
| Início | Recursos | Sobre | Mapa do Site |
                                                 © 2003-2007, Tito de Morais. Todos os Direitos Reservados.